Governo se nega a revelar teste de coronavírus de Bolsonaro: "sigiloso"

De acordo com a Secretaria Especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República, "as informações individualizadas sobre o assunto dizem respeito à intimidade, vida privada, honra e imagem das pessoas"

(Foto: Carolina Antunes - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidência da República afirmou que são "sigilosos" os resultados dos testes de coronavírus feitos em Jair Bolsonaro, que fez os exames em 12 e 17 de março, após voltar de missão oficial nos Estados Unidos. Pelo menos 23 autoridades que estavam na comitiva presidencial naquela viagem contraíram o vírus. 

Bolsonaro chegou a dizer que o teste deu resultado negativo para coronavírus nas duas vezes, mas nunca apresentou os documentos.

"As informações individualizadas sobre o assunto dizem respeito à intimidade, vida privada, honra e imagem das pessoas", afirmou a Secretaria Especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República em resposta enviada ao portal Uol, após pedidos sobre os resultados dos exames. A solicitação foi feita no dia 23 de março via Lei de Acesso à Informação (LAI).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247