Greenpeace rebate Bolsonaro: "Incômodo de quem destrói meio ambiente soa como elogio"

"O Greenpeace Brasil lamenta que um Presidente da República apresente postura tão incondizente com o cargo que ocupa", disse a organização em nota, após Jair Bolsonaro chamá-la de "lixo"

Protesto do Greenpeace contra Bolsonaro em Jerusalém
Protesto do Greenpeace contra Bolsonaro em Jerusalém (Foto: Greenpeace/Divulgação)

247 - A organização Greenpeace Brasil respondeu ao ataque de Jair Bolsonaro feito nesta quinta-feira, 13, a ONG de "lixo". 

"Somos uma organização sem fins lucrativos, com independência financeira e política, e continuaremos trabalhando incansavelmente na defesa do meio ambiente, da democracia e dos direitos das populações. Irrite a quem irritar", afirmou Greenpeace. 

A fala de Jair Bolsonaro aconteceu em reação às críticas do Greenpeace sobre a reformulação do Conselho Nacional da Amazônia Legal. A ONG havia afirmado que o Conselho da Amazônia "não tem plano, meta ou orçamento" (leia mais no Brasil 247).  

Confira a nota do Greenpeace na íntegra:

O Greenpeace Brasil lamenta que um Presidente da República apresente postura tão incondizente com o cargo que ocupa.

A organização existe há quase meio século e está presente em 55 países. No Brasil, atua há 28 anos defendendo o meio ambiente e colaborando, inclusive, com autoridades na denúncia de crimes ambientais.

Ao longo da história, nossa postura crítica a quem promove a destruição ambiental já causou muitas reações desequilibradas dos mais diferentes personagens. Estamos apenas diante de mais uma delas. Nestes casos, o incômodo de quem destrói o meio ambiente soa como elogio.

No Brasil, temos criticado e combatido as políticas do governo que levaram ao aumento do desmatamento e ao desmantelamento dos órgãos de fiscalização, além de nos posicionarmos contra os absurdos ataques aos direitos dos povos indígenas.

Somos uma organização sem fins lucrativos, com independência financeira e política, e continuaremos trabalhando incansavelmente na defesa do meio ambiente, da democracia e dos direitos das populações. Irrite a quem irritar.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247