Greve dos Correios completa uma semana

Adeso de 70% e apenas a rea administrativa central da empresa continua trabalhando; servios de entrega esto atrasados

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - A greve dos funcionários dos Correios que completou ontem sete dias continuará em todo o país. Segundo o comando de greve, a adesão é 70% e apenas a área administrativa central da empresa continua trabalhando. Os serviços de entrega estão atrasados. Os funcionários que não aderiram à greve organizaram um mutirão para fazer a triagem de 20 milhões de objetos para entrega. Mas, até o último domingo (18), apenas 2,5 milhões haviam sido entregues.

Os serviços de Sedex 10, Sedex hoje e Disque Coleta estão suspensos, pois necessitam de hora marcada para coleta e por causa da greve não podem ter os horários de entrega confirmados. Outros serviços estão sendo realizados normalmente, como é o caso do serviço Sedex comum, segundo informaram os Correios.

Os Correios convocaram 3 mil aprovados no concurso público de maio para fazer as entregas. "A população precisa ser atendida. Estamos acelerando a contratação dos concursados", disse o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro.

Um dos membros da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), Saul Gomes, disse que a greve continuará porque os Correios não aceitaram a primeira proposta de reajuste e reposição das perdas salariais feita pela categoria. Segundo Gomes, a proposta dos Correios foi reposição da inflação de 6,87% e R$ 50 de aumento linear para os trabalhares a partir de 2012."Os grevistas ainda correm o risco de terem os dias parados descontados”.

Os grevistas reivindicam aumento salarial de R$ 400, reajuste do vale-refeição e do vale-alimentação, piso salarial de R$ 1.635 e reposição da inflação de 7,16%.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247