Grupo político quer adiar eleições no Amapá por conta de apagão

Em meio à crise instalada no Amapá, com 14 municípios sem acesso à energia elétrica há 48 horas, o grupo político de João Capiberibe, ex-governador e candidato à prefeitura de Macapá, e do senador Randolfe Rodrigues pedirá a remarcação das eleições municipais no Estado

Randolfe Rodrigues
Randolfe Rodrigues (Foto: Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em meio à crise instalada no Amapá, com 14 municípios sem acesso à energia elétrica há 48 horas, o grupo político de João Capiberibe (PSB), ex-governador e candidato à prefeitura de Macapá, e do senador Randolfe Rodrigues (Rede) pedirá ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a remarcação das eleições municipais no Estado. A reportagem é do jornal Valor Econômico.

A possibilidade já havia sido levantada por conta do aumento considerável de casos da Covid-19 nas últimas semanas. Relatos apontam desabastecimento nos supermercados, fechamento do comércio e filas de até 7 horas nos postos de combustível, acrescenta a reportagem. 

O Estado do Amapá deve levar 30 dias para restabelecer 100% do fornecimento da energia, informa o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247