"Guedes perdeu sua principal proposta, que era a capitalização", lembra Haddad

Para Fernando Haddad, oposição ao governo Jair Bolsonaro saiu fortalecida do primeiro turno da reforma da Previdência, pois garantiu a mudança do projeto do governo e a retirada do sistema de capitalização da proposta de reforma da Previdência, que era a espinha dorsal da reforma

247 - Em entrevista que vai ao ar nesta quinta-feira (18), no programa de estreia de Miriam Leitão na Globonews, o ex-ministro Fernando Haddad, que foi candidato do PT na eleições de 2018, destacou o papel da esquerda na resistência contra os retorcessos propostos pelo governo Jair Bolsonaro.

Ele afirmou que foi a mobilização da oposição garantiu a mudança do projeto do governo e a retirada do sistema de capitalização da proposta de reforma da Previdência, que era a espinha dorsal da reforma.

"Guedes perdeu sua principal proposta, que era a capitalização. Ele falava que a capitalização era o ponto de honra dele, e teve que abrir mão. Isso se deve a mobilização que a oposição fez e que sensibilizou uma boa parte da base do próprio governo", disse.

Haddad reforçou ainda o papel da oposição na luta contra os cortes de verbas da educação e no movimento que mobilizou centenas de milhares em todo o país.

"Conseguimos também sensibilizar o governo que parou ao menos de falar as atrocidades que vinha falando, dos cortes na universidade e também na educação básica (...) O papel da oposição é esse. Fazer a sociedade olhar para o fato de que há alternativas ao que está sendo proposto e que são melhores as propostas do governo", disse.

O programa vai ao ar nesta quinta, às 21h30, na Globonews.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247