Haddad cobra “compromisso geral” contra Bolsonaro em 2022

"É um compromisso das oposições que esse projeto está destruindo o país? Então nós temos condição de conversar”, declarou o ex-ministro e presidenciável Fernando Haddad

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Durante entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, no UOL, o ex-ministro Fernando Haddad comentou sobre uma possível união de forças contra o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022 e cobrou um compromisso coletivo com a pauta.

“Não pode ser um compromisso só do PT, tem que ser um compromisso geral. É um compromisso das oposições que esse projeto está destruindo o país? Então nós temos condição de conversar”, declarou Haddad, que é defendido como potencial candidato do PT caso o ex-presidente Lula seja impedido de se apresentar.

Para o ex-ministro, o antibolsonarismo será muito forte em 2022. “Muito maior. É um escândalo um país como o Brasil ser presidido por uma pessoa dessa qualidade. É um escândalo mundial”, declarou.

Confira a reportagem completa na Revista Fórum

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email