Haddad diz que STF ainda deve a Lula a suspeição de Moro

"No que diz respeito a Lula, paciente de tantas arbitrariedades, um último gesto de reconhecimento lhe caberia. Lula foi julgado por um "juiz" parcial. O conjunto de evidências é robusto o suficiente para que suas condenações sejam anuladas", afirma o ex-prefeito

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Ricardo Stuckert)

247 – Em artigo publicado neste sábado, Fernando Haddad afirma que "o edifício jurídico, abalado pelo populismo, vai lentamente sendo reconstruído pelo STF", mas afirma que a suprema corte ainda tem uma dívida com o ex-presidente Lula.

"No que diz respeito a Lula, paciente de tantas arbitrariedades, um último gesto de reconhecimento lhe caberia. Lula foi julgado por um "juiz" parcial. O conjunto de evidências é robusto o suficiente para que suas condenações sejam anuladas. Para que o país tenha um pouco de paz. Porque não há paz sem justiça!", afirma.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247