Hang, que tem US$ 112 milhões fora do país, deve R$ 168 milhões à Previdência e à Receita

Mesmo com uma dívida de R$ 168 milhões com a Receita Federal e com INSS, que deve ser quitada apenas em 115 anos, o empresário escondeu offshore em paraíso fiscal por 17 anos e tinha US$ 112 milhões na conta em 2018

www.brasil247.com - Luciano Hang
Luciano Hang (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)


247 - Mesmo com uma dívida de R$ 168 milhões com a Receita Federal e com INSS, que deve ser quitada apenas em 115 anos, o empresário escondeu offshore em paraíso fiscal por 17 anos e tinha US$ 112 milhões na conta em 2018

Criada em 1999 nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal no Caribe, a offshore só foi regularizada em 2016. Foi o que apontaram documentos no projeto Pandora Papers, do ICIJ (Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, na sigla em inglês). Dois anos após ser regularizada, a empresa de Hang, chamada Abigail Worldwide, tinha em conta US$ 112,6 milhões - R$ 604 milhões na cotação atual do dólar.

O dono da rede de lojas Havan também comprou um jatinho no valor de R$ 250 milhões.

Segundo o blog de André Groh, no jornal O Município, de Brusque (SC), uma cerimônia militar na quarta-feira (29) à tarde marcou a chegada do Bombardier Global 6000. A aeronave ganhou um banho de mangueira, num ato simbólico executado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. O evento ocorreu no Aeroporto Internacional Ministro Victor Konder, em Navegantes.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email