Helena Chagas anuncia “bomba que vai cair no recesso do STF”

Jornalista do site Os Divergentes fala sobre a delação de um jurista que "teria descoberto negócios pouco ortodoxos de seu escritório com clientes envolvidos em lavagem de dinheiro e outros malfeitos"; advogado que negocia a delação tem, segundo ela, "excelentes relações não só com a cúpula do mundo jurídico, mas também com os políticos mais importantes de Brasília, sobretudo no comando do PMDB"; a bomba está para estourar nas mãos de Ricardo Lewandowski, que cuidará de tudo no recesso do Judiciário

Jornalista do site Os Divergentes fala sobre a delação de um jurista que "teria descoberto negócios pouco ortodoxos de seu escritório com clientes envolvidos em lavagem de dinheiro e outros malfeitos"; advogado que negocia a delação tem, segundo ela, "excelentes relações não só com a cúpula do mundo jurídico, mas também com os políticos mais importantes de Brasília, sobretudo no comando do PMDB"; a bomba está para estourar nas mãos de Ricardo Lewandowski, que cuidará de tudo no recesso do Judiciário
Jornalista do site Os Divergentes fala sobre a delação de um jurista que "teria descoberto negócios pouco ortodoxos de seu escritório com clientes envolvidos em lavagem de dinheiro e outros malfeitos"; advogado que negocia a delação tem, segundo ela, "excelentes relações não só com a cúpula do mundo jurídico, mas também com os políticos mais importantes de Brasília, sobretudo no comando do PMDB"; a bomba está para estourar nas mãos de Ricardo Lewandowski, que cuidará de tudo no recesso do Judiciário (Foto: Gisele Federicce)

247 – A jornalista Helena Chagas, do site Os Divergentes, noticia que uma bomba está para estourar durante o recesso do Judiciário: a delação premiada de um jurista que "teria descoberto negócios pouco ortodoxos de seu escritório com clientes envolvidos em lavagem de dinheiro e outros malfeitos".

Segundo ela, o advogado que negocia a delação tem "excelentes relações não só com a cúpula do mundo jurídico, mas também com os políticos mais importantes de Brasília, sobretudo no comando do PMDB".

E a bomba está para cair nas mãos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que cuidará de tudo durante as férias de Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, e do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Leia a íntegra aqui.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247