Heleno a Carlos Bolsonaro: 'A quem eu tenho subordinação direta é ao presidente'

“A quem eu tenho subordinação direta é ao presidente. Bolsonaro foi muito claro em dizer: ‘Tenho absoluta confiança no GSI’. Essa é a manifestação que eu escuto”, declarou o general Augusto Heleno, em resposta às críticas feitas por Carlos Bolsonaro

247 - Dias depois do vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, lançar suspeitas sobre a sua condução à frente do Gabinete Institucional de Segurança (GSI), após a prisão de um sargento da FAB com 39 quilos de cocaína, o ministro  e general Augusto Heleno, resolveu responder nesta sexta-feira (5) as críticas do vereador.

Segundo o general, o GSI não pode ser responsabilizado pela falha no caso da cocaína encontrada no avião na Espanha, mas rebateu Carlos dizendo que ele não deve respostas ao filho do presidente, e, sim, ao chefe do Executivo.

“A quem eu tenho subordinação direta é ao presidente. Bolsonaro foi muito claro em dizer: ‘Tenho absoluta confiança no GSI’. Essa é a manifestação que eu escuto”, declarou Heleno, dizendo que a “segurança é quase perfeita”. A informação é do Metrópoles.

Em relação à cocaína encontrada no avião que integrava a equipe da comitiva de Bolsonaro, Heleno disse que o GSI não é o responsável pelo controle de aeronaves que não sejam diretamente ligadas ao presidente e empurrou a batata quente para às Forças Armadas que, por sua vez, já disse que é responsabilidade do GSI.

“O GSI não é o responsável por esse material que entra, que não vai para a aeronave do presidente. A do presidente e a do vice são inspecionadas rigorosamente. Nas outras, a segurança não é tratada como prioritária, pode acontecer”, minimizou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247