Heleno usa expressão racista para criticar Dilma e é alvejado nas redes

O chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, usou uma expressão racista "denegrir" para criticar a presidente deposta pelo golpe de 2016, Dilma Rousseff. "Viaja para denegrir a imagem do Brasil no exterior", escreveu ele no Twitter em referência à viagem dela à França. Internautas responderam ao general. Confira as reações

(Foto: Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O chefe do Gabinete de Segurança Institucional, o general Augusto Heleno, usou uma expressão racista "denegrir" para criticar a presidente deposta pelo golpe de 2016, Dilma Rousseff. 

"A Sra Rousseff, durante palestra em Paris, fez várias críticas ao Pres Bolsonaro. Não falou de seu lamentável passado como guerrilheira, de seu merecido impeachment nem do fracasso da sua candidatura ao Senado por MG. Viaja para denegrir a imagem do Brasil no exterior", escreveu o general no Twitter.

A expressão "denegrir" está entre os TTS (Trending Topics). O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) criticou o general. 

"Denegrir !!!! Além de amante da ditadura o senhor adora expressões racistas @gen_heleno @dilmabr @DilmaResiste Negro é lindo!!!", postou o parlamentar.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247