Historiador Laurentino Gomes aponta ligação entre Nossa Senhora Aparecida e escravidão

"Não por coincidência o maior território escravista do Hemisfério Ocidental tem como padroeira uma santa negra", diz o historiador

Nossa Senhora Aparecida
Nossa Senhora Aparecida (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - No dia em que se comemora o dia da Nossa Senhora Aparecida, santa padroeira do Brasil, o jornalista Laurentino Gomes, autor da trilogia “1808”, “1822” e “1889”, foi às redes sociais nesta segunda-feira (12) para apontar o elo entre a santa e a escravidão.

De acordo com ele, a história do “resgate” de Nossa Senhora por pescadores pode ter sido protagonizada por indígenas e negros escravizados do século 18. O estudo completo estará no segundo volume da trilogia “Escravidão”, que será lançado pelo autor na Bienal do Rio de Janeiro em 2021.

“Não por coincidência o maior território escravista do Hemisfério Ocidental tem como padroeira uma santa negra”, inicia o jornalista. “Em 1717, ano da pesca milagrosa de Aparecida, a corrida do ouro no Brasil estava no auge”, conta. Naquele ano, a Câmara de Santo Antônio de Guaratinguetá, em São Paulo, decidiu homenagear um conde que havia acabado de chegar de viagem de Portugal.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247