Humorista expulsa fascistas de show em Minas Gerais

Humorista Gustavo Mendes, famoso por interpretar a ex-presidenta Dilma Rousseff em seu canal no YouTube, não se intimidou com gritos e provocações e colocou para fora um grupo bolsonaristas que dizia para ele “fazer show na África”. “Levanta aquele meiozinho ali, levanta vocês três. Eu devolvo o dinheiro de vocês, eu quero vocês fora: tchau", disse

Até "Dilma" foi à Campus Party
Até "Dilma" foi à Campus Party (Foto: Divulgação)

Revista Fórum - O humorista Gustavo Mendes, famoso por interpretar a ex-presidenta Dilma Rousseff em seu canal no YouTube, não se intimidou com gritos e provocações e colocou para fora um grupo bolsonaristas que o atacava durante show em Teofilo Otoni (MG). O trio, que gritava para Mendes “fazer show na África”, teve seu dinheiro ressarcido.

Enquanto fazia piadas sobre a tensa relação de Emmanuel Macron e a União Europeia com o governo brasileiro, o comediante foi alvo de xingamentos por parte do trio. “Eu não tô entendendo, o que está aconteceu?”, questionou.

Os incomodados diziam que “pagaram para ouvir piada” e não política e tentaram censurar o humor politizado de Gustavo Mendes, uma marca do comediante.

Ele ainda tentou continuar o show, mas as manifestações não cessaram. “Ué, você pode ir embora. Que é? É você mesmo. Pode levantar, pode ir embora. Poder ir embora, devolvo seu dinheiro”, disse.

“Eu não tenho problema nenhum em expor opinião política quando expõem opinião política contra mim, entendeu? Só que eu…”, dizia Mendes quando foi interrompido mais uma vez. “Levanta aquele meiozinho ali, levanta vocês três. Eu devolvo o dinheiro de vocês, eu quero vocês fora: tchau”, finalizou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247