Indicado por Bolsonaro, Aras diz que não apresentará denúncia porque depoimento de Moro é fraco

O depoimento do ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, decepcionou aqueles que esperavam alguma prova concreta e deram um pretexto ao Procurador-Geral da República, indicado por Bolsonaro, para não oferecer denúncia contra o inquilino do Palácio do Planalto

Augusto Aras e Jair Bolsonaro
Augusto Aras e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Em conversas com pessoas próximas, Augusto Aras tem dito que é impossível que o inquérito prospere para uma denúncia contra Bolsonaro.

O depoimento do ex-juiz da Lava Jato é motivo de piada. Aqueles que não viram novidades o definiram com uma frase do ex-ministro: a montanha pariu um rato. O ex-juiz usou a expressão quando o The Intercept Brasil mostrou as mensagens dele com procuradores da Lava Jato. 

O depoimento de Moro provocou também outro efeito: faz com que ele seja contestado também na área criminal. Segundo o Painel da Folha de S.Paulo, ministros do STF, advogados, integrantes da Polícia Federal e da Procuradoria-Geral da República avaliam que o depoimento apresentou poucas novidades e não tem elementos para provar crimes de Jair Bolsonaro. 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email