Inseto em refrigerante gera indenização em MG

Consumidor vai receber R$ 10 mil e Prefeitura outros R$ 50 mil



A empresa Refrigerantes Triângulo terá que indenizar uma consumidora em R$ 10 mil, além de pagar R$ 50 mil ao Fundo Municipal de Proteção ao Consumidor de Uberlândia (MG) como indenização por danos morais coletivos. A ação foi ajuizada pelo Procon de Uberlândia após uma consumidora procurar o órgão em 2005.

Ela identificou impurezas, semelhantes a formigas ou outros insetos, no interior de uma garrafa do refrigerante Guaraná Mineiro. A decisão da Justiça data deste mês. Segundo os dados do processo, a mulher identificou as impurezas antes de abrir a garrafa, que foi levada lacrada e dentro do prazo de validade ao Procon. A presença de insetos no refrigerante foi confirmada pela perícia.

Além das indenizações, os magistrados determinaram que a empresa adote medidas para garantir mais higiene e segurança ao produto, que apresentou fragilidades no sistema de lacre. No curso da ação foi noticiada a ocorrência de uma nova reclamação, de outro consumidor, que também relatou ter encontrado impurezas no refrigerante.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email