INSS pode barrar 1,3 milhão de pagamentos a aposentados e pensionistas

Os pagamentos de 1,33 milhão de aposentados e pensionistas do INSS que não revalidaram suas senhas no último ano poderão ser bloqueados a partir deste mês, conforme determinação da medida provisória 871, assinada em janeiro por Jair Bolsonaro (PSL); o dado é da Febraban (Federação Brasileira de Bancos); os beneficiários que ficarem com os pagamentos suspensos poderão realizar o desbloqueio no mesmo dia da provisão

INSS pode barrar 1,3 milhão de pagamentos a aposentados e pensionistas
INSS pode barrar 1,3 milhão de pagamentos a aposentados e pensionistas (Foto: ANTONIO CRUZ/ABR )

247 - Os pagamentos de 1,33 milhão de aposentados e pensionistas do INSS que não revalidaram suas senhas no último ano poderão ser bloqueados a partir deste mês, conforme determinação da medida provisória 871, assinada em janeiro por Jair Bolsonaro (PSL). O dado é da Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Os beneficiários que ficarem com os pagamentos suspensos poderão realizar o desbloqueio no mesmo dia da provisão. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "a liberação é feita na hora, após a realização da prova de vida."

A matéria ainda informa que "a competência de março começa a ser paga em 25 de março, para quem recebe um salário mínimo (R$ 998, neste ano), e a partir de 1º de abril para segurados com renda mensal acima do piso. A data exata do depósito na conta do beneficiário é realizada de acordo com o número final do cartão de benefício, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247