HOME > Brasil

Instituto ligado ao ministro Gilmar Mendes devolve R$ 650 mil à JBS

O Instituto Brasiliense em Direito Público (IDP), ligado ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolveu um patrocínio de R$ 650 mil do grupo J&F para o seminário em Direito realizado em Lisboa no mês de abril; devolução ocorreu em maio, 12 dias após a revelação de que executivos do grupo firmaram delação com a PGR; Joesley Batista mandou dizer que não gostou de receber o dinheiro de volta; entidade diz que o dinheiro chegou em cima da hora e não poderia ficar com ele 

O Instituto Brasiliense em Direito Público (IDP), ligado ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolveu um patrocínio de R$ 650 mil do grupo J&F para o seminário em Direito realizado em Lisboa no mês de abril; devolução ocorreu em maio, 12 dias após a revelação de que executivos do grupo firmaram delação com a PGR; Joesley Batista mandou dizer que não gostou de receber o dinheiro de volta; entidade diz que o dinheiro chegou em cima da hora e não poderia ficar com ele  (Foto: Aquiles Lins)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O Instituto Brasiliense em Direito Público (IDP), ligado ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, devolveu um patrocínio de R$ 650 mil do grupo J&F para o seminário em Direito realizado em Lisboa no mês de abril.

Segundo a coluna Expresso, da revista Época, a devolução ocorreu em maio, 12 dias após a revelação de que executivos do grupo firmaram delação com a PGR. Joesley Batista mandou dizer que não gostou de receber o dinheiro de volta.

A entidade diz que o dinheiro chegou em cima da hora e não poderia ficar com ele. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: