CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Intolerância religiosa: MP denuncia mulher que associou tragédia no RS à “macumba”

O conteúdo, publicado em 5 de maio, teve mais de 3 milhões de visualizações

Imagem Thumbnail
(Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Michele Dias Abreu entrou na mira do Ministério Público após cometer um grave crime de intolerância religiosa, ao associar em suas redes sociais a tragédia no Rio Grande do Sul às religiões de matriz africana. “O estado do Rio Grande do Sul é o estado com maior número de terreiros de macumba. Alguns profetas já estavam anunciando algo que iria acontecer devido a ira de Deus. As pessoas estão brincando, misturando aquilo que é santo, e Deus não divide sua honra com ninguém”, disse Michele Dias na publicação.

De acordo com Metrópoles,o conteúdo, publicado em 5 de maio, teve mais de 3 milhões de visualizações. Após a repercussão negativa, a influenciadora privou as redes sociais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO