Investigações da PF devem se dividir em mais dez inquéritos

Delegado Matheus Mela Rodrigues decide reavaliar as interceptações telefônicas da Operação Monte Carlo em busca de mais indícios sobre o envolvimento de políticos com o esquema de Cachoeira

Investigações da PF devem se dividir em mais dez inquéritos
Investigações da PF devem se dividir em mais dez inquéritos (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/AGÊNCIA BRASIL)

247 – Em função do grande volume de material coletado, a Polícia Federal (PF) prepara uma nova avaliação das interceptações telefônicas da Operação Monte Carlo em busca de indícios sobre o envolvimento de políticos com a organização criminosa de Carlinhos Cachoeira. As informações são da Agência Estado.

A decisão do delegado Matheus Mela Rodrigues, responsável pela operação, tem o aval do procurador-geral, Roberto Gurgel.

Na avaliação do delegado, as descobertas feitas durante as investigações devem derivar em pelo menos outros dez inquéritos. No Distrito Federal, a Polícia Civil já deflagrou a Operação Saint-Michel, que prendeu o ex-diretor da Delta Construções Cláudio Abreu, apontado como integrante do grupo do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Também já foram presos um vereador de Anápolis e um servidor do governo do Distrito Federal, Valdir Reis.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247