Investigados por fake news pedem que Bolsonaro autorize PF a descumprir ordens do STF

Manifesto assinado por 24 jornalistas e blogueiros ligados ao governo jair Bolsonaro, pede que Jair Bolsonaro publique um decreto determinando"a todos os agentes públicos federais que se abstenham de realizar quaisquer diligências provenientes do Inquérito 4.781 [o das fake news]"

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Blogueiros jornalistas ligados ao governo Jair Bolsonaro e a extrema direita pediram, por meio de um manifesto, que Jair Bolsonaro autorize agentes públicos, incluindo a Polícia Federal, a descumprir determinações judiciais impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito do inquérito das fake news. Segundo reportagem do blog do jornalista Fábio Zanini, muitos dos signatários do manifesto são alvo das investigações . 

No manifesto, que trata o inquérito aberto pela Corte como “a peça mais macabra e totalitária já produzida na história do Poder Judiciário nacional”, os 24 jornalistas e blogueiros que assinam o documento fazem “um apelo ao chefe do Executivo e autoridade máxima da nação, Jair Messias Bolsonaro: que, por meio de um decreto presidencial, determine a todos os agentes públicos federais que se abstenham de realizar quaisquer diligências provenientes do Inquérito 4.781 [o das fake news], evitando assim novas afrontas à Constituição Federal e aos direitos fundamentais dos cidadãos brasileiros”. 

“Pedimos que tal inquérito seja declarado ilegítimo e ilegal, por afrontar os princípios básicos da democracia”, diz outro trecho do manifesto.

“Com esse decreto, os agentes públicos federais —cuja maioria absoluta é composta por patriotas— não serão obrigados a sujar as mãos executando atos que agridem a democracia e a dignidade da nação brasileira. Ordens iníquas não devem ser cumpridas, e sim denunciadas”, diz o manifesto.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247