Jair Bolsonaro decide intensificar sua polarização com o PT

As manifestações antifascistas do último domingo e os entendimentos entre forças políticas progressistas e de centro para formar uma frente ampla democrática de oposição, levam Bolsonaro a maior isolamento político e a elaborar novas estratégias para se manter no poder. Uma delas é a intensificação da polarização com o PT

(Foto: Alan Santos/PR | Mídia Ninja)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A luta popular e a articulação política entre as forças progressistas e o centro para formar a frente ampla democrática provocaram reações no Palácio do Planalto. 

Jair Bolsonaro definiu a estratégia política de polarizar com o PT e tentar evitar que nomes de legendas de centro ganhem capilaridade eleitoral. 

Reportagem dos jornalistas Gustavo Uribe, Julia Chaib e Ricardo Della Coletta na Folha de S.Paulo informa que em conversas de bastidores nesta segunda-feira como aliados próximos, Bolsonaro  avaliou que as manifestações reforçaram a ideia de formação de uma frente ampla contra o governo.

Apesar de a maior parte dos partidos progressistas não terem encorajado a participação nas manifestações, devido aos cuidados necessários para se proteger da Covid-19, a formação da frente ampla foi um dos assuntos que gerou adesões nas redes sociais no último domingo. O núcleo digital do Palácio do Planalto identificou que a defesa de uma frente contra o governo ganhou impulso nas nas redes durante as manifestações democráticas de oposição a Bolsonaro. 

Para evitar que a ideia ganhe força nas próximas semanas, diante de novos protestos sendo articulados por entidades civis, Bolsonaro pretende reforçar a polarização com o PT, redobrando os ataques ao partido, e ignorar críticas de lideranças de centro.

Bolsonaro vai reforçar as críticas aos protestos contra o governo e vai tentar vinculá-los à violência e à baderna. 

Em conversa com um grupo de apoiadores nesta segunda-feira, Bolsonaro classificou as manifestações como "o grande problema do momento" e disse que "estão começando a colocar as mangas de fora".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247