Janot deverá pedir prisão de ex-auxiliar por envolvimento com JBS

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deverá pedir a prisão do ex-procurador e seu ex-auxiliar de confiança Marcelo Miller, suspeito de atuar em favor de executivos da JBS enquanto ainda atuava como investigador da Lava Jato.; segundo integrantes da equipe de Janot, Miller teria cometido os crimes de exploração de prestígio, obstrução da Justiça e organização criminosa; Janot também deverá pedir a prisão do delator e dono da JBS, Joesley batista, e do executivo da empresa Ricardo Saud

Janot
Janot (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deverá pedir a prisão do ex-procurador e seu ex-auxiliar de confiança Marcelo Miller, suspeito de atuar em favor de executivos da JBS enquanto ainda atuava como investigador da Lava Jato. Segundo integrantes da equipe de Janot, Miller teria cometido os crimes de exploração de prestígio, obstrução da Justiça e organização criminosa. Janot também deverá pedir a prisão do delator e dono da JBS, Joesley batista, e do executivo da empresa Ricardo Saud.

De acordo com o jornal O Globo, os membros do gabinete de Janot já dão como certo que eventuais pedidos de prisão contra Miller, Joesley e Saud seriam acatados pelo relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin. Os ministros do STF teriam ficado contrariados com o conteúdo de uma conversa onde Batista e Saud dizem que irão pressionar o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo a fazer revelações comprometedoras sobre os ministros da corte.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247