Jean Wyllys: “Não é papel do Exército chantagear o STF”

O deputado Jean Wyllys reagiu com indignação às declarações do comandante do Exército na véspera do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula; "As mensagens do general Villas-Boas nas suas redes sociais são inadmissíveis. Não é papel de um comandante do exército fazer chantagem ao Supremo Tribunal Federal. Em uma democracia o papel constitucional que cabe às forças armadas não é o de avalista das decisões do judiciário nem muito menos de comentarista político", diz Wyllys

Jean Wyllys 
Jean Wyllys  (Foto: Lais Gouveia)

Por Jean Wyllys, em seu Facebook - As mensagens do general Villas-Boas nas suas redes sociais são inadmissíveis. Não é papel de um comandante do exército fazer chantagem ao Supremo Tribunal Federal. 

Em uma democracia o papel constitucional que cabe às forças armadas não é o de avalista das decisões do judiciário nem muito menos de comentarista político. 

Todos nós devemos repudiar essa atitude ilegal e ficar ao lado da presunção de inocência. Se tratarmos essa transgressão disciplinar com naturalidade, tornará-se regra vermos militares dizendo como as sentenças dos juízes devem ser escritas. Isto não podemos admitir de novo no Brasil jamais.

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247