Joaquim Barbosa se reúne com Moro e se recusa a ser vice do ex-juiz suspeito

O encontro foi solicitado por Sergio Moro, mas Barbosa é crítico da estratégia do ex-juiz parcial da Lava Jato

www.brasil247.com -
(Foto: ABr | STF)
Siga o Brasil 247 no Google News

Agenda do Poder, com 247 - O ex-juiz Sergio Moro se encontrou na manhã desta segunda-feira (10/1), no Rio, com o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa (PSB). A reunião aconteceu no apartamento de Barbosa no bairro Leblon, informa Igor Gadelha, do Metrópoles.

O encontro foi solicitado por Moro, que procurou o ex-ministro do STF antes mesmo de se filiar ao Podemos para ser pré-candidato da sigla ao Palácio do Planalto.

Segundo aliados de Barbosa, ele e Moro conversaram a sós sobre o cenário eleitoral deste ano, mas não houve qualquer debate sobre formação de uma possível chapa presidencial entre os dois.

PUBLICIDADE

O ex-ministro do STF aceitou o encontro, mas já disse que jamais toparia ser candidato a vice do ex-juiz. Barbosa é crítico da estratégia de Moro para as eleições do próximo ano. Segundo Igor Gadelha, do Metrópoles, aliados dizem que um dos poucos que se salvam na lista de Barbosa é Ciro Gomes (PDT), que o ex-juiz do STF considera “bom candidato”.

Moro teria também um encontro com o jurista Sérgio Bermudes, que, por problemas de saúde, cancelou a agenda. O ex-juiz teve outros encontros com políticos e empresários no início da tarde. E segue para Brasília no início da noite.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email