Joice perde mais uma ação e terá de pagar indenização por danos à denunciante da Lava Jato

Freitas Magnus processou e ganhou ação contra a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, que terá de pagar indinização por danos morais pela citação que fez no livro “Delatores – ascensão e queda dos investigados na Lava Jato”

Joice Hasselmann
Joice Hasselmann (Foto: LUIS MACEDO)

247 - A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, sofreu mais uma derrota na Justiça e foi condenada a pagar R$ 20 mil por danos morais a um empresário, citado como delator em livro sobre a Lava Jato. 

Na semana passada, Joice perdeu a ação contra o jornalista Gilberto Dimenstein devido a uma ofensa publicada pela parlamentar nas redes sociais ao editor do Catraca Livre. Joice pode ter que pagar até R$ 100 mil caso não tire do ar o xingamento.

Agora, segundo reportagem da revista Época, Freitas Magnus processou Joice em março de 2018 pelo livro “Delatores – ascensão e queda dos investigados na Lava Jato”, alegando que a publicação lhe causou “humilhação pública”. Ele argumentou ainda que ter aparecido como “delator” e não “denunciante” do esquema feriu a sua honra pessoal, cívica e profissional.

Joice disse que Magnus interpretou de forma distorcida o livro e que o valor estava fora de sua capacidade financeira. Mas em vídeo publicado nas redes sociais, a deputada chamou o empresário de “canalhão, envolvidinho na Lava Jato e pilantra de quinta categoria”, e sugere que ele peça o valor a “qualquer um do Congresso Nacional”.

A Justiça acatou o pedido de indienização por danos morais e determinou o pagamento de R$ 20 mil. Magnus recorreu a sentença porque considera que a indenização deve ser de R$ 2 milhões, conforme pedido inicial.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247