José Dirceu: O que nós estamos construindo?

Em entrevista ao economista Eduardo Moreira, o advogado, ex-deputado estadual e federal pelo PT e ex-ministro da Casa Civil (durante o governo Lula) falou sobre a construção e a manutenção do Brasil como país, principalmente pelas mãos dos governantes

José Dirceu
José Dirceu (Foto: Lula Marques)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Instituto Conhecimento Liberta - Um dos protagonistas dos governos Lula (2003-2010), José Dirceu já foi líder estudantil, presidente de partido, deputado e ministro. Hoje está em casa, isolando-se durante a pandemia do novo coronavírus.

Ainda assim, Dirceu se mantém bastante ativo na política — nas próprias palavras, apenas como um militante. Embora não fale pelo PT, ele observa, dialoga, orienta. 

Dirceu participou da live diária do economista Eduardo Moreira, fundador do Instituto Conhecimento Liberta e, falou, principalmente, das ações governamentais que colocam em perigo o desenvolvimento nacional do Brasil.

“O que nós estamos construindo hoje? Qual é o projeto de desenvolvimento nacional? Estamos pensando nas nossas cidades que estão sendo destruídas pelas chuvas, pelo aumento da pobreza nas áreas de risco? Essas são as cidades que queremos? Não vamos fazer uma revolução científica e educacional? O dinheiro deveria ir, principalmente, para isso. É assim que os países resolvem seus problemas.”

O ex-ministro cita que um dos maiores problemas é a má gestão da renda do petróleo. “Aí, nós abrimos o Brasil para compras governamentais e serviços e destruíram! Como estão agora liquidando com nossa renda do petróleo. Todos os países se apropriam da renda do petróleo como fundo nacional para resolver seus problemas. E, no nosso, sabemos quais são: pobreza, saúde, educação, ciência, tecnologia e meio ambiente. Mas entregamos a renda do petróleo a dez grupos econômicos, alguns internos com migalhas, e outros players internacionais se apoderando dessa riqueza, que é do povo brasileiro, e que serviria para dar um futuro a esse país.”

Apesar dos alertas, Dirceu mantém sua chama de esperança. “O que o governo está propondo é a negação de um futuro melhor. Porém, acredito na juventude, que acordará e moverá o país.”

Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email