Jucá diz que Geddel estava “defendendo a Bahia”

O senador Romero Jucá (PMDB) afirmou neste sábado, após participar de evento em Porto Alegre, que seu colega e ex-ministro Geddel Vieira Lima "estava defendendo a Bahia, defendendo Salvador" no caso envolvendo o empreendimento com obras paralisadas em Salvador; "Não houve corrupção do presidente ou da estrutura de governo para definir uma solução. Houve, sim, pressão do ministro Geddel para que fosse a Advocacia-Geral da União a arbitrar uma diferença de posicionamento entre técnicos do Iphan da Bahia e técnicos do Iphan nacional", disse Jucá

CPI do Futebol realiza reunião secreta para divulgação aos membros da documentação de caráter sigiloso em poder da CPI. Em pronunciamento, relator da CPI do Futebol, senador Romero Jucá (PMDB-RR) Foto: Roque de Sá/Agência Senado.
CPI do Futebol realiza reunião secreta para divulgação aos membros da documentação de caráter sigiloso em poder da CPI. Em pronunciamento, relator da CPI do Futebol, senador Romero Jucá (PMDB-RR) Foto: Roque de Sá/Agência Senado. (Foto: José Barbacena)

247 - O senador Romero Jucá (PMDB) afirmou neste sábado, após participar de evento em Porto Alegre, que seu colega e ex-ministro Geddel Vieira Lima "estava defendendo a Bahia, defendendo Salvador".

Geddel entregou cargo após escândalo deflagrado pelo ex-ministro Marcelo Calero, que acusou Geddel de ter lhe pressionado a atuar em favor de empreendimento particular em Salvador.

"Não houve corrupção do presidente ou da estrutura de governo para definir uma solução. Houve, sim, pressão do ministro Geddel para que fosse a Advocacia-Geral da União a arbitrar uma diferença de posicionamento entre técnicos do Iphan da Bahia e técnicos do Iphan nacional", disse Romero Jucá.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247