Juiz disse que saída de Lula seria autorizada em caso de morte de parentes

Em 25 de dezembro de 2018, a Justiça Federal do Paraná negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Lula para que ele deixasse a prisão e comparecesse ao velório e enterro de seu amigo e ex-deputado federal Sigmaringa Seixas; o pedido foi negado pelo juiz plantonista Vicente de Paula Ataíde Júnior, que citou Lei de Execução Penal, dizendo que presos como Lula só poderiam receber a permissão para sair da prisão em caso de "falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão"

Juiz disse que saída de Lula seria autorizada em caso de morte de parentes
Juiz disse que saída de Lula seria autorizada em caso de morte de parentes
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em 25 de dezembro de 2018, a Justiça Federal do Paraná negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Lula para que ele deixasse a prisão e comparecesse ao velório e enterro de seu amigo e ex-deputado federal Sigmaringa Seixas. O pedido foi negado pelo juiz plantonista Vicente de Paula Ataíde Júnior, que citou Lei de Execução Penal, dizendo que presos como Lula só poderiam receber a permissão para sair da prisão em caso de "falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão".

Nesta terça-feira (29), o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, apresentou pedido para que o ex-presidente seja autorizado a sair para velar e enterrar o irmão Genival Lula da Silva, o Vavá, que morreu aos 79 anos vítima de câncer.

O Velório está acontecendo e o sepultamento ocorrerá nesta quarta-feira (30), no cemitério de São Bernardo do Campo. Decisão caberá à juíza Carolina Lebbos, que recentemente proibiu até as visitas de religiosos ao ex-presidente Lula.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247