HOME > Brasil

Juíza que mandou exonerar ministro da Justiça é acusada de cinco crimes

A juíza Solange Salgado da Silva Ramos de Vasconcelos, que deu uma liminar exonerando o ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, foi denunciada pela Procuradoria Regional da República da 1a Região por gestão fraudulenta, falsidade ideológica, apropriação indébita, uso de documento falso e lavagem de dinheiro

A juíza Solange Salgado da Silva Ramos de Vasconcelos, que deu uma liminar exonerando o ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, foi denunciada pela Procuradoria Regional da República da 1a Região por gestão fraudulenta, falsidade ideológica, apropriação indébita, uso de documento falso e lavagem de dinheiro (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A juíza Solange Salgado da Silva Ramos de Vasconcelos, que deu uma liminar exonerando o ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, foi denunciada pela Procuradoria Regional da República da 1a Região por gestão fraudulenta, falsidade ideológica, apropriação indébita, uso de documento falso e lavagem de dinheiro.

Segundo a denúncia do MPF, Solange teria cometido os crimes durante sua passagem pela presidência da Associação dos Juízes Federais da 1ª Região (Ajufer). Durante dez anos, a Ajufer firmou contratos fictícios com a Fundação Habitacional do Exército, usando indevidamente o nome de juízes federais que desconheciam a fraude. O dinheiro era sacado na boca do caixa e passado a laranjas. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: