Juízes acionam CNT contra reforma trabalhista

A Associação Nacional de Magistrados da Justiça do Trabalho ingressou com uma ação contra a CNT (Confederação Nacional dos Transportes) pela divulgação de texto intitulado "Como apresentar denúncias ao CNJ para defender a aplicação da lei de modernização trabalhista"; a Anamatra pede a remoção do material e indenização por dano moral coletivo, alegando que a publicação tem o objetivo de constranger juízes da área

desemprego
desemprego (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Associação Nacional de Magistrados da Justiça do Trabalho ingressou com uma ação contra a CNT (Confederação Nacional dos Transportes) pela divulgação de um texto que incentiva ações no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para "defender a aplicação da lei de modernização trabalhista".

"A Anamatra pede a remoção do material e indenização por dano moral coletivo, alegando que a publicação tem o objetivo de constranger juízes da área", informa a coluna Painel, da Folha.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247