Juliano Spyer: “haverá uma nova geração de evangélicos não tão radicais”

Juliano Spyer, autor do livro “O Povo de Deus- quem são os evangélicos e porque eles importam”, estuda o movimento evangélico no Brasil e acredita que as próximas gerações, com mais acesso à educação e acesso à renda, “tenha menos interesse pelo cristianismo radical difundido por seus pais”. Assista sua participação no programa Giro das 11

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O antropólogo Juliano Spyer, autor do livro “O Povo de Deus- quem são os evangélicos e porque eles importam”, morou durante 18 meses em  um bairro da periferia de Salvador (BA) com o objetivo de conduzir seu estudo de doutorado sobre o movimento das famílias evangélicas de baixa renda em seu "locus". Em  participação do programa Giro das 11 nesta segunda-feira (10), o estudioso projetou que “haverá uma nova geração de evangélicos não tão radicais”.

“Existe a narrativa de olhar o Brasil do futuro como uma ditadura evangélica, mas eu penso na possibilidade de um Brasil que pelo cristianismo evangélico se torne mais próspero, por esse individualismo empreendedor, que tenha mais acesso à educação, e que numa segunda ou terceira geração, tenha menos interesse pelo cristianismo radical difundido pelos seus pais”. disse ele. 

Spyer destacou em sua fala que a classe média aponta os evangélicos como “ignorantes os mercadores da fé”;  mas que eles são “inteligentes e levam organização  ao ambiente desestruturado das periferias”. 

PUBLICIDADE

Ao citar a influência das igrejas evangélicas na população periférica no dia a dia, ele afirmou que muitos homens deixam de bater na sua mulher e filhos ao parar de beber ou são alfabetizados após os cultos. “Mais do que um fenômeno religioso, é um fenômeno que traz disciplina e valoriza a leitura para pessoas que são analfabetos funcionais, possuem até quarta série do ensino fundamental”, argumentou. 

Referência do livro:

PUBLICIDADE

Juliano Spyer. Povo de Deus: quem são os evangélicos e por que eles importam. Geração Editorial, São Paulo, outubro de 2020


Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista ao programa Giro das 11:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email