Júri deve decidir hoje destino de Lindemberg

No quarto dia de julgamento do Caso Elo, os trabalhos comearam s 9h50 com debates de defesa e acusao; a primeira a falar a promotora Daniela Hashimoto

Júri deve decidir hoje destino de Lindemberg
Júri deve decidir hoje destino de Lindemberg (Foto: CRISTIANO NOVAIS/AGÊNCIA ESTADO)

No quarto dia de julgamento do Caso Eloá, Lindemberg Alves, de 25 anos, chegou ao fórum de Santo André, no Grande ABC paulista, por volta das 8h30 desta quinta-feira. Como vem ocorrendo nos últimos dias, o rapaz saiu do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, onde passou as últimas três noites, por volta das 7h45. No provável dia decisivo do julgamento, os trabalhos começaram às 9h50.

Os debates de defesa e acusação tiveram início com a promotora Daniela Hashimoto expondo sua tese sobre a culpa de Lindemberg. Ela entregou os autos de acusação ao jurados - seis homens e uma mulher - que devem decidir o futuro do acusado ainda hoje. Para Daniela, Lindemberg premeditou o crime e já sabia o que ia acontecer no apartamento. “Coloquem-se no papel das vítimas”, disse ao júri no Fórum de Santo André.

Lindemberg acompanha os debates sentado no banco dos réus. O Ministério Público terá 1h30 para expor as acusações. Logo depois, a advogada do acusado, Ana Lucia Assad, terá o mesmo tempo para mostrar a defesa dele. Ambos os lados têm direito a réplicas e tréplicas, com duração máxima de uma hora.

Lindemberg é acusado pela morte da ex-namorada Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, em um conjunto habitacional de Santo André no ABC, em outubro de 2008.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247