Justiça aceita denúncia do MPF e torna Wassef réu no âmbito da Lava Jato

Juíza substituta da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, Caroline Vieira Figueiredo, aceitou denúncia oferecida pelo MPF e tornou réu o advogado Frederick Wassef - ex-advogado de Jair Bolsonaro -, além de outros quatro acusados, no âmbito da Operação E$quema S, um desdobramento da Lava Jato

Advogado Frederick Wassef comparece a cerimônia no Palácio do Planalto 17/06/2020
Advogado Frederick Wassef comparece a cerimônia no Palácio do Planalto 17/06/2020 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A juíza substituta da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, Caroline Vieira Figueiredo, aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra os advogados Frederick Wassef - ex-advogado de Jair Bolsonaro -, Luiza Nagib Eluf e Marcia Carina Castelo Branco Zampiron, além do ex-presidente do Sesc/RJ Orlando Diniz e do empresário Marcelo Cazzo. Com a denúncia, eles se tornam réus pelo crimes de peculato e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação E$quema S, um desdobramento da Lava Jato.

Segundo o MPF, os réus teriam desviado cerca de R$ 4,6 milhões do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), entre dezembro de 2016 e maio de 2017, por meio de contratos irregulares de serviços advocatícios que teriam sido prestados à Fecomércio-RJ.
De acordo com reportagem do G1, ao acatar a denúncia contra os acusados a magistrada elencou que a existência de provas, como análises da Receita Federal sobre a movimentação financeira dos envolvidos, materiais apreendidos durante operações da Polícia Federal, além da delação feita por Orlando Dias. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247