Kakay defende investigação criminal contra Moro e procuradores da Lava Jato

“Nós somos críticos da Operação Lava Jato desde o início. Nós já sabíamos dos abusos, sabíamos que o Moro era chefe daquela força-tarefa de forma ilegal, inconstitucional e imoral”, afirmou o advogado Kakay

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, defendeu, em vídeo que circula nas redes sociais, uma investigação criminal contra o ex-juiz Sergio Moro e os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Ele ressaltou: “nós somos críticos da Operação Lava Jato desde o início. Nós já sabíamos dos abusos, sabíamos que o Moro era chefe daquela força-tarefa de forma ilegal, inconstitucional e imoral”. 

Kakay ainda falou das últimas mensagens vazadas dos ex-integrantes da Operação, que segundo ele, “comprovam de forma muito clara que crime”. “Nós temos que investigar os crimes que eles cometeram”, defendeu

“Vamos dar a eles o que eles não deram a ninguém, juízes imparciais, procuradores imparciais. Se eles fossem os juízes desse caso, já estariam presos. Se fossem os procuradores, teriam pedido a prisão”, reforçou. “Queremos o cumprimento da Constituição para todos eles”, concluiu. Confira:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email