Kotscho: bateu o desespero em Alckmin e no centrão

Para Ricardo Kotscho, Geraldo Alckmin está "perdido", "sem saber se bate em Jair Bolsonaro, para tirar votos dele, ou mira no PT, para impedir o crescimento de Fernando Haddad"; "Querer enfiar Bolsonaro e Haddad no mesmo balaio é uma grande sacanagem de quem sabe que perdeu o bonde da história", avalia o jornalista

Kotscho: bateu o desespero em Alckmin e no centrão
Kotscho: bateu o desespero em Alckmin e no centrão

247 - O jornalista Ricardo Kotscho escreve em seu blog que "a disparada do petista Fernando Haddad nas pesquisas provocou uma revoada de tucanos, com penas para todo lado, em busca de culpados e de um ninho seguro". "Convocaram até uma pajelança de emergência no quartel general de Geraldo Alckmin para segurar os aliados do Centrão, que já estão debandando para Bolsonaro ou Haddad", diz ele.

"Com seu latifúndio de tempo na televisão, que motivos a propaganda eleitoral tucana deu até agora para que o eleitor vote em Alckmin?", indaga o jornalista. "Na falta de outra bandeira eleitoral, querem agora partir para a campanha do medo, diante do crescimento dos 'extremos' - leia-se Bolsonaro e Haddad - que podem 'jogar o país no caos', como se o golpe de 2016, que os tucanos apoiaram, já não tivesse obrado este feito", completa.

Para Kotscho, "quem está mais perdido é o candidato Geraldo Alckmin, sem saber se bate em Jair Bolsonaro, para tirar votos dele, ou mira no PT, para impedir o crescimento de Fernando Haddad". "Querer enfiar Bolsonaro e Haddad no mesmo balaio é uma grande sacanagem de quem sabe que perdeu o bonde da história", avalia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247