Kotscho: Triplex ocupado por sem-teto rompe boicote sobre Lula na mídia

Para o jornalista Ricardo Kotscho, "o silêncio obsequioso da imprensa desde que Lula foi confinado na cela da Polícia Federal" foi quebrado nesta segunda-feira (16) "quando um grupo de militantes dos sem-teto ocupou o famoso triplex do Guarujá que levou à condenação do líder petista a 12 anos e um mês de prisão"; "A ação durou menos de cinco minutos, mas foi o suficiente para levar Lula de volta às manchetes nos portais da grande imprensa", destaca; "Lula está preso e silenciado, mas seus apoiadores continuam nas ruas protestando contra sua prisão", ressalta Kotscho

Para o jornalista Ricardo Kotscho, "o silêncio obsequioso da imprensa desde que Lula foi confinado na cela da Polícia Federal" foi quebrado nesta segunda-feira (16) "quando um grupo de militantes dos sem-teto ocupou o famoso triplex do Guarujá que levou à condenação do líder petista a 12 anos e um mês de prisão"; "A ação durou menos de cinco minutos, mas foi o suficiente para levar Lula de volta às manchetes nos portais da grande imprensa", destaca; "Lula está preso e silenciado, mas seus apoiadores continuam nas ruas protestando contra sua prisão", ressalta Kotscho
Para o jornalista Ricardo Kotscho, "o silêncio obsequioso da imprensa desde que Lula foi confinado na cela da Polícia Federal" foi quebrado nesta segunda-feira (16) "quando um grupo de militantes dos sem-teto ocupou o famoso triplex do Guarujá que levou à condenação do líder petista a 12 anos e um mês de prisão"; "A ação durou menos de cinco minutos, mas foi o suficiente para levar Lula de volta às manchetes nos portais da grande imprensa", destaca; "Lula está preso e silenciado, mas seus apoiadores continuam nas ruas protestando contra sua prisão", ressalta Kotscho (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Isolado numa cela em Curitiba, proibido de manter contatos políticos, o ex-presidente Lula foi aos poucos desaparecendo do noticiário, como se os sócios do Instituto Millenium tivessem simplesmente decretado a sua inexistência de um dia para outro. O método foi muito utilizado durante a ditadura militar quando os jornais recebiam listas negras de personalidades oposicionistas proibidas de aparecer no noticiário.Este silêncio obsequioso da imprensa desde que Lula foi confinado na cela da Polícia Federal, seria quebrado logo cedo na manhã desta segunda-feira, quando um grupo de militantes dos sem-teto ocupou o famoso triplex do Guarujá que levou à condenação do líder petista a 12 anos e um mês de prisão, destaca o jornalista Ricardo Kotscho. 

""É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula à prisão. Se o triplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso", justificou, com lógica elementar, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, Guilherme Boulos, pré-candidato do PSOL à Presidência da República. "Se o apartamento é do Lula, ele que peça a reintegração de posse", completou Andreia Barbosa, da Frente Povo Sem Medo, da qual o MTST faz parte".

Leia a íntegra do artigo no Balaio do Kotscho

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247