Lava Jato destruiu 230 mil empregos na Odebrecht

Em 2014, a Odebrecht tinha 276 mil funcionários. Depois da operação Lava Jato, repleta de vícios e de relações promíscuas entre juízo e Ministério Público, o número caiu para 58 mil funcionários – um recuo de 80%; o número mais recente é ainda menor: 48 mil funcionários; a empresa pediu recuperação judicial recorde, com dívidas que chegam a R$ 95,8 bilhões

Lava Jato destruiu 230 mil empregos na Odebrecht
Lava Jato destruiu 230 mil empregos na Odebrecht (Foto: Nacho Doce)

247Em 2014, a Odebrecht tinha 276 mil funcionários. Depois da operação Lava Jato, repleta de vícios e de relações promíscuas entre juízo e Ministério Público, o número caiu para 58 mil funcionários – um recuo de 80%. O número mais recente é ainda menor: 48 mil funcionários. A empresa pediu recuperação judicial recorde, com dívidas que chegam a R$ 95,8 bilhões.

A reportagem do site G1 destaca que "em comunicado divulgado nesta segunda, a empresa diz que chegou a ter mais de 180 mil empregados cinco anos atrás. Afirma ainda que a redução é 'consequência da crise econômica que frustrou muitos dos planos de investimentos feitos pela ODB, do impacto reputacional pelos erros cometidos e da dificuldade pela qual empresas que colaboram com a Justiça passam para voltar a receber novos créditos e a ter seus serviços contratados'."

A matéria ainda acrescenta: "os documentos também indicam uma queda no faturamento da empresa. No de 2015, o indicador de receita bruta bateu a marca de R$ 107 bilhões. Já no documento mais recente, publicado em 2018 com dados de 2017, passou para R$ 82 bilhões – o que significa queda de 23%. Já o valor mais recente divulgado pela assessoria de imprensa da empresa é de receita de R$ 86 bilhões – perda de 20%."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247