Lembo: 'Lula errou ao se entregar. Ele aceitou uma injustiça que fizeram com ele'

O ex-governador de São Paulo Claudio Lembo afirmou que o ex-presidente Lula errou ao se apresentar à PF e permitir a sua própria prisão.; "Acho que o Lula errou. Ele deveria ter ido para uma Embaixada. Um líder não se entrega. Ele aceitou uma injustiça que fizeram com ele", disse; "Não se pode condenar um presidente por suposições ou indícios, observou 

O ex-governador de São Paulo Claudio Lembo afirmou que o ex-presidente Lula errou ao se apresentar à PF e permitir a sua própria prisão.; "Acho que o Lula errou. Ele deveria ter ido para uma Embaixada. Um líder não se entrega. Ele aceitou uma injustiça que fizeram com ele", disse; "Não se pode condenar um presidente por suposições ou indícios, observou 
O ex-governador de São Paulo Claudio Lembo afirmou que o ex-presidente Lula errou ao se apresentar à PF e permitir a sua própria prisão.; "Acho que o Lula errou. Ele deveria ter ido para uma Embaixada. Um líder não se entrega. Ele aceitou uma injustiça que fizeram com ele", disse; "Não se pode condenar um presidente por suposições ou indícios, observou  (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-governador de São Paulo Claudio Lembo afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva errou ao se apresentar à Polícia Federal e permitir a sua própria prisão. "Acho que o Lula errou. Ele deveria ter ido para uma Embaixada. Um líder não se entrega. Ele aceitou uma injustiça que fizeram com ele", disse. "Não se pode condenar um presidente por suposições ou indícios, observou Lembo ao jornalista Bob Fernandes, durante entrevista ao programa TVE Entrevista Especial, que será apresentado neste sábado (12), às 22h, na TVE Bahia.

O ex-governador também criticou duramente o Judiciário ao afirmar que "o juiz brasileiro virou uma vedete. Todo dia ele dá entrevista e agride alguém. Tem o prazer de agredir. Os meninos do Ministério Público, que são muito jovens, se expõem de forma excessiva. E acima de tudo o que me deixa profundamente surpreso são os vazamentos. Se é segredo de justiça, por que vai parar na tela da televisão? Alguma coisa está errada nisso. E o Conselho Nacional de Justiça silencia. E o Supremo Tribunal Federal silencia. Algo está errado neste País".

Lembo, que está afastado da vida pública, também se mostrou preocupado com a venda do patrimônio nacional para as multinacionais, com destaque para a Petrobras. "A Petrobras é uma conquista do nosso povo. De repente alguém vende todo o pré-sal, uma conquista nossa, científica dos brasileiros", disse. "É preciso ter empresa estatal, tem que haver controle. Não pode haver uma Petrobrás de ladrões, mas também não pode haver uma Petrobras privatizada e de ladrões externos", completou.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email