Leonardo Boff: eleições de 2020 mostraram o quanto o Brasil é machista

"Estas eleições me deixaram abatido pelo quanto de machistas ainda somos", afirmou o teólogo Leonardo Boff. "É uma sociedade conservadora, vítima de uma analfabetismo imposto para as oligarquias prolongarem a dinâmica da Casa Grande", disse

www.brasil247.com - Leonardo Boff
Leonardo Boff (Foto: Valter Campanato/ABr)


247 - O teólogo Leonardo Boff criticou o conservadorismo no País ao comentar as eleições municipais. O estudioso destacou ofensas contra candidaturas femininas. 

"Estas eleições me deixaram abatido pelo quanto de machistas ainda somos, pois às mulheres se negaram votos. É uma sociedade conservadora, vítima de um analfabetismo imposto para as oligarquias prolongarem a dinâmica da Casa Grande internalizada em suas cabeças. Desanimar? NUNCA!", escreveu o estudioso no Twitter.

O Brasil teve apenas uma mulher eleita para comandar uma prefeitura. Trata-se de Cinthia Ribeiro (PSDB), prefeita de Palmas e reeleita ainda no primeiro turno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email