Lewandowski recomenda livro sobre o outro lado do mensalão

Obra de Paulo Moreira Leite critica a condução do julgamento pelo STF e diz que ele foi contraditório, político e, em vários aspectos, injusto; ministro manteve ásperos debates com o relator Joaquim Barbosa ao longo do processo

Lewandowski recomenda livro sobre o outro lado do mensalão
Lewandowski recomenda livro sobre o outro lado do mensalão
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O minsitro Ricardo Lewandowski, que durante todo o julgamento do mensalão trocou farpas com Joaquim Barbosa, continua a "cucutcar" o hoje presidente de STF e relator do processo. Ele recomenda leitura de uma obra que considera o tratamento do caso como contraditório, político e injusto. Leia na coluna de Mônica Bergamo, da Folha:

HISTÓRIA

O ministro Ricardo Lewandowski enviou o livro "A Outra História do Mensalão", de Paulo Moreira Leite, para as bibliotecas do STF (Supremo Tribunal Federal) e da USP. Ele acha que o material, que critica a condução do julgamento e diz que ele foi contraditório, político e, em vários aspectos, injusto, será precioso para o estudo de historiadores no futuro.

HISTÓRIA 2

PUBLICIDADE

Lewandowski gostou especialmente do prefácio do colunista da Folha Janio de Freitas, de quem se diz "admirador". Entre outras críticas, o jornalista diz que a imprensa e seus analistas, "com exceções raras", passaram do comentário jornalístico para texto "típico da finalidade política" e de "indisfarçável facciosismo".

HISTÓRIA 3

PUBLICIDADE

E o ministro ainda não leu o livro "Mensalão - O Dia a Dia do Maior Julgamento da História Política do Brasil", do jornalista Merval Pereira, de "O Globo" -que considera o processo "um balanço extremamente positivo para a democracia brasileira". A obra tem prefácio de Carlos Ayres Britto, ex-presidente do STF, de quem Lewandowski divergiu na maior parte dos votos. O livro será lançado na segunda, em São Paulo.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email