Líder de assentamentos é morto a tiros no Pará

O líder de assentamentos no município de Placas, no Pará, Gilson Maria Temponi, foi assassinado a tiros nesse sábado, 15, no portão de casa; Gilson era presidente da Associação dos Agricultores Nova Aliança, dos assentamentos "PDS Castanheiro", "Arthur Faleiro" e "Avelino Ribeiro"; associação reúne cerca de 600 famílias, que vivem de forma precária, aguardando decisão do Incra sobre a regularização fundiária

Líder de assentamentos é morto a tiros no Pará
Líder de assentamentos é morto a tiros no Pará (Foto: Reprodução/Twitter )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O líder de assentamentos no município de Placas, no Pará, Gilson Maria Temponi, foi assassinado a tiros nesse sábado, 15, no portão de casa. Gilson era presidente da Associação dos Agricultores Nova Aliança, dos assentamentos "PDS Castanheiro", "Arthur Faleiro" e "Avelino Ribeiro". A associação reúne cerca de 600 famílias, que vivem de forma precária, aguardando decisão do Incra sobre a regularização fundiária.

Como informa o G1, desde 2008, Gilson lutava pela regularização de terras junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Segundo as investigações, a vítima já vinha sofrendo ameaças de pistoleiros. Há cerca de um ano, ele se mudou do município de Placas para Rurópolis, temendo pela vida da família.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247