CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Líder do governo afirma que decisão sobre reoneração de municípios foi unilateral

Em reunião realizada antes da decisão de Rodrigo Pacheco, o tema foi discutido mas ninguém bateu o martelo

Rodrigo Pacheco (Foto: Lula Marques/Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), de não prorrogar a validade de parte da medida provisória (MP 1.202/2023) para acabar com a desoneração da folha de pagamento não foi combinada com o governo. Conforme informou o Congresso em Foco nesta terça-feira (2), Pacheco teria se reunido com o ministro Alexandre Padilha, das Relações Institucionais, e líderes do governo para discutir o assunto, mas não chegaram a uma decisão conjunta.

“Conversamos na semana passada, essa conversa surgiu, a nossa posição, claro, era de não prorrogação [da desoneração da folha de pagamentos]”, disse Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado. “Ele [Pacheco] discutiu isso, mas não ficou batido o martelo."

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Após determinação de Pacheco, perdem validade somente os dispositivos que cancelavam a desoneração da folha das prefeituras e das empresas. Sobre o tema, Jaques Wagner nega qualquer “estresse”. O governo já encaminhou o texto para regulamentar a desoneração, que está em tramitação na Câmara dos Deputados com urgência constitucional.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO