Líder mundurucu Alessandra Korap ganha prêmio Robert F. Kennedy de direitos humanos

Premiação foi reconhecimento à luta de Alessandra Korap contra as propostas do governo de legalizar mineração em terras indígenas

(Foto: Reprodução (Youtube))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A líder indígena mundurucu Alessandra Korap é a vencedora do prêmio Robert F. Kennedy de Direitos Humanos (EUA) deste ano, pelos seus esforços na luta em defesa dos direitos indígenas, e contra as propostas do governo Jair Bolsonaro de legalizar mineração em terras indígenas.

Korap disse que o prêmio ajudará a fortalecer o território mundurucu. “A Funai e o próprio presidente [Jair Bolsonaro] negam nosso direito à terra. Os caciques ficaram muito felizes com o prêmio, apesar de tudo o que está acontecendo, das ameaças. É um prêmio coletivo em defesa do território”, disse à Folha de S. Paulo

Korap receberá US$ 30 mil (R$ 166 mil) pelo prêmio e disse que o dinheiro será usado para fortalecer a luta dos mundurucus. A cerimônia virtual, em 22 de outubro, contará com a participação de John Kerry, ex-secretário de Estado dos EUA e candidato derrotado à Presidência do Partido Democrata.

O prêmio leva o nome do irmão do presidente democrata John Kennedy, morto em 1963. Procurador-geral e senador por Nova York, Robert também foi assassinado, em 1968.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247