Live das fake news sobre urnas eletrônicas foi "100% obra de Ramos"

Segundo Lauro Jadrim, foi o ministro da Secretaria-Geral da Presidência quem descobriu o empresário paulista que diz conseguir provar fraudes na eleição de 2014 e treinou seu antigo auxiliar para fazer a apresentação na live

Luiz Eduardo Ramos, Eduardo Gomes e Jair Bolsonaro
Luiz Eduardo Ramos, Eduardo Gomes e Jair Bolsonaro (Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A transmissão ao vivo na qual Jair Bolsonaro, ao lado de um suposto "analista de inteligência", Eduardo Gomes, disseminou informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro e as urnas eletrônicas foi "100% obra do ministro e general Luiz Eduardo Ramos", da Secretaria-Geral da Presidência, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Ramos foi quem descobriu o empresário paulista, dono de uma empresa de software, que diz ter provas de que, em 2014, o então candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) venceu a então presidente Dilma Rousseff, que disputava a reeleição.

O ministro ainda treinou Gomes, seu antigo auxiliar, para explicar ao público as supostas descobertas do empresário paulista.

PUBLICIDADE

Bolsonaro, Ramos e Gomes tiveram reuniões nas últimas semanas para organizar o que seria apresentado na live.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email