Livraria oferece livros de direito a Moro e Dallagnol para terem "primeiro contato com as leis brasileiras"

Livraria Da Vinci, uma das mais tradicionais do Rio de Janeiro, usou o Instagram para oferecer livros de direito de graça para o ex-juiz e ministro da Justiça, Sérgio Moro, e para o procurador e coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. “Acreditamos que esse primeiro contato com as leis brasileiras e o pensamento jurídico universal fará bem a suas excelências e ao país”, diz o texto na rede social da livraria

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A livraria Da Vinci, uma das mais tradicionais do Rio de Janeiro, usou o Instagram para oferecer livros de direito de graça pelo período de um ano para o ex-juiz e ministro da Justiça, Sérgio Moro, e para o procurador da República e coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol. “Acreditamos que esse primeiro contato com as leis brasileiras e o pensamento jurídico universal fará bem a suas excelências e ao país”, postou a direção do estabelecimento em referência aos abusos cometidos por membros da Lava Jato revelados pelo site The Intercept. 

“Livres de estéreis paixões, anunciamos que suas excelências o ministro Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol ganham a partir de hoje um ano de graça em livros de Direito na Da Vinci. Sem ressentimentos e divisionismos, nossa decisão mira o futuro. Acreditamos que esse primeiro contato com as leis brasileiras e o pensamento jurídico universal fará bem a suas excelências e ao país.  O prêmio só poderá ser usufruído presencialmente. Ministro e procurador, esperamos vocês”, escreveu a direção da livraria no Instagram. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247