Luis Felipe Miguel: disciplina sobre o golpe ‘se alinha com valores em favor da democracia’

O cientista político Luis Felipe Miguel publicou em seu Facebook um texto criticando a forma como a imprensa brasiliense abordou o fato de que, segundo o site Poder360, ele vai lecionar no  Instituto de Ciência Política da UnB, uma disciplina sobre o golpe parlamentar contra Dilma Rousseff; de acordo com o analista, a disciplina "se alinha com valores claros, em favor da liberdade, da democracia e da justiça social, sem por isso abrir mão do rigor científico ou aderir a qualquer tipo de dogmatismo"    

O cientista político Luis Felipe Miguel publicou em seu Facebook um texto criticando a forma como a imprensa brasiliense abordou o fato de que, segundo o site Poder360, ele vai lecionar no  Instituto de Ciência Política da UnB, uma disciplina sobre o golpe parlamentar contra Dilma Rousseff; de acordo com o analista, a disciplina "se alinha com valores claros, em favor da liberdade, da democracia e da justiça social, sem por isso abrir mão do rigor científico ou aderir a qualquer tipo de dogmatismo"
 
 
O cientista político Luis Felipe Miguel publicou em seu Facebook um texto criticando a forma como a imprensa brasiliense abordou o fato de que, segundo o site Poder360, ele vai lecionar no  Instituto de Ciência Política da UnB, uma disciplina sobre o golpe parlamentar contra Dilma Rousseff; de acordo com o analista, a disciplina "se alinha com valores claros, em favor da liberdade, da democracia e da justiça social, sem por isso abrir mão do rigor científico ou aderir a qualquer tipo de dogmatismo"     (Foto: Leonardo Lucena)

247 - O cientista político Luis Felipe Miguel publicou em seu Facebook um texto criticando a forma como a imprensa brasiliense abordou o fato de que, segundo o site Poder360, ele vai lecionar no  Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB), uma disciplina sobre o golpe parlamentar contra Dilma Rousseff. De acordo com o analista, a disciplina "se alinha com valores claros, em favor da liberdade, da democracia e da justiça social, sem por isso abrir mão do rigor científico ou aderir a qualquer tipo de dogmatismo"

Leia a íntegra do texto:

Um site aqui de Brasília publicou a ementa da minha disciplina sobre o golpe e vários jornais correram à UnB para pedir posição sobre este "absurdo" - começando pelo pasquim fascistoide do Paraná, especializado no ataque à universidade pública.

Não vejo nenhum sentido em alimentar a falsa polêmica que querem abrir. Pedi à assessoria de comunicação da universidade que encaminhasse, de minha parte, apenas a seguinte observação:

Trata-se de uma disciplina corriqueira, de interpelação da realidade à luz do conhecimento produzido nas ciências sociais, que não merece o estardalhaço artificialmente criado sobre ela. A única coisa que não é corriqueira é a situação atual do Brasil, sobre a qual a disciplina se debruçará. De resto, na academia é como no jornalismo: o discurso da "imparcialidade" é muitas vezes brandido para inibir qualquer interpelação crítica do mundo e para transmitir uma aceitação conservadora da realidade existente. A disciplina que estou oferecendo se alinha com valores claros, em favor da liberdade, da democracia e da justiça social, sem por isso abrir mão do rigor científico ou aderir a qualquer tipo de dogmatismo. É assim que se faz a melhor ciência e que a universidade pode realizar seu compromisso de contribuir para a construção de uma sociedade melhor.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247