Luiza Trajano lança movimento para ajudar o SUS a vacinar toda a população até setembro

Empresária Luiza Trajano, dona das lojas Magazine Luiza, lidera o movimento "Unidos pela Vacina", que quer facilitar aquisição e produção de insumos, como seringas e agulhas, e ajudar na fabricação dos imunizantes contra o coronavírus

Luiza Trajano / vacinação
Luiza Trajano / vacinação (Foto: Reprodução | Dado Ruvic/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A empresária Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, está liderando uma iniciativa que visa facilitar a chegada de vacinas contra a Covid-19 para todos os brasileiros até setembro deste ano. 

Batizado de "Unidos pela Vacina", o movimento defende o Sistema Único de Saúde e planeja várias frentes, como facilitar a aquisição e produção de insumos como seringas e agulhas, e ajudar na fabricação dos imunizantes, com o auxílio na logística e solução de problemas da Fiocruz e do Instituto Butantan.

“O nosso objetivo é vacinar todos os Brasileiros até setembro deste ano. Sim, vacina para todos até setembro deste ano! A gente não discute política, não procura culpado. A gente discute sim, como levar a vacina até todas as pessoas do nosso país”, escreveu Trajano em uma rede social.

Segundo o jornal O Globo, o ponto mais visível da atuação, contudo, será uma campanha publicitária em prol da vacina, que será veiculada em todo o país, em parceria com redes de TV. A ideia é reduzir a resistência à vacina, em um primeiro momento, e depois dar esclarecimentos práticos de como tomar o imunizante.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email