Lula: Bolsonaro não tratou os 100 mil mortos como seres humanos

“Bolsonaro nunca passou uma ideia de presidente preocupado com seu povo. Na verdade, ele nunca tratou os 100 mil mortos como seres humanos”, disse o ex-presidente Lula ao apontar a completa negligência do governo no combate à pandemia. Assista sua entrevista, concedida à TV 247 na manhã desta terça

Lula, Jair Bolsonaro e cemitério em São Paulo
Lula, Jair Bolsonaro e cemitério em São Paulo (Foto: Reprodução | Reuters | Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula concedeu entrevista à TV 247 na manhã desta terça-feira (11) aos jornalistas Leonardo Attuch, Tereza Cruvinel, Hildegard Angel, Paulo Moreira Leite, Alex Solnik, Marcelo Auler, Nathália Urban e condenou a negligência do governo Bolsonaro no combate à pandemia. “Bolsonaro nunca passou uma ideia de um presidente preocupado com seu povo. Na verdade, ele nunca tratou os 100 mil mortos como seres humanos”, apontou. 

Segundo o ex-presidente, “o governo sempre tratou com desprezo o combate à pandemia”. “Bolsonaro resolveu travar uma batalha com governadores, a desmentir a medicina e ainda defendeu um medicamento [cloroquina] pois Trump também defendeu. Bolsonaro gosta de desfilar sua ignorância”, acrescentou. 

Lula ainda ressaltou que seres humanos não podem ser tratados "apenas como números". 

A entrevista de Lula ao 247 foi concedida na expectativa do julgamento de Sérgio Moro no STF. Segundo o advogado José Roberto Batochio, um dos maiores criminalistas do País, e que integra a defesa do ex-presidente Lula, a eventual suspeição do ex-juiz Sergio Moro não se aplica apenas ao réu mais notório da Lava Jato. Batochio avalia que a eventual declaração de suspeição dos atos de Moro enquanto juiz pode repercutir ao menos para condenados que figurem nas mesmas ações penais que o petista: “Eu acho que o STF, se acolher a tese de que o juiz que sentenciou era suspeito, portanto inabilitado para fazê-lo do ponto de vista técnico-jurídico, o ato é absolutamente nulo. E, sendo nulo, eu tenho comigo que efetivamente se aproveita a todos os que foram alcançados por essa sentença”.

Inscreva-se na TV 247 e confira: 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247