Lula: "Brasil não pode ser maior exportador de carne do mundo se o povo não pode comer" (vídeo)

A situação de miséria é dramática: no Mato Grosso, maior exportador de carne do Brasil, a procura por ossos bovinos está em alta

www.brasil247.com - Lula e carga de ossos de carne bovina
Lula e carga de ossos de carne bovina (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Prefeitura Municipal de Bonito - MS)


 247 - O ex-presidente Lula criticou duramente a política econômica do governo Bolsonaro, que levou à disparada da inflação dos alimentos e ao aumento do preço da carne. A situação de miséria é dramática: no Mato Grosso, maior exportador de carne do Brasil, a procura por ossos bovinos está em alta. 

"Tem gente que ainda acha que o povo pobre tem que ir na xepa no fim da feira para pegar as coisas todas amassadas. Não. O povo pobre gosta de coisa boa. Ele gosta de se vestir bem, ele gosta de morar bem, ele gosta de calçar bem, ele gosta de comer bem", afirmou Lula, em vídeo divulgado em suas redes sociais. 

Desde 2017 de volta no Mapa da Fome, o Brasil tem mais de 100 milhões de pessoas convivendo com algum grau de insegurança alimentar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Quem é que não gosta de um churrasquinho no final de semana com a família. Quem é que não gosta de uma picanha com uma pontinha de gordura assada?", questionou o ex-presidente. "É isso que o povo quer". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email