Lula critica debates eleitorais no Brasil e quer mudança no modelo atual

Em almoço com jornalistas da mídia independente, Lula fez uma crítica ácida aos debates eleitorais e sinalizou que pode não comparecer se o modelo não mudar

www.brasil247.com - Lula e debate presidencial em 2018
Lula e debate presidencial em 2018 (Foto: Ricardo Stuckert | Reprodução)


Mauro Lopes, Brasil 247 - Depois da entrevista à mídia independente nesta quarta-feira (19), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu os jornalistas para um almoço. Nele, fez uma crítica ácida ao modelo de debates eleitorais do país: “o modelo de debates não funciona”. Ele disse que a dinâmica de 1 minuto de pergunta, dois de resposta, depois outro tanto de réplica e tréplica não permite debate algum.

Debate não é uma questão de princípio para a mídia conservadora. Quando Fernando Henrique deixou de comparecer a todos os debates em 1998, disse Lula, “a mídia silenciou, porque tinha um pacto para elegê-lo a todo custo”. “Mas -acrescentou- quando deixei de ir em 2006, fizeram escândalo e deixaram uma cadeira vazia”.

Lula não afirmou que irá se ausentar dos debates da eleição de 2022, mas acenou que poderá não comparecer a eles se forem realizados nos moldes tradicionais. Lula simpatiza com a ideia de dialogar com bancadas de jornalistas em entrevistas individuais. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como líder inconteste da corrida eleitoral, ele não quer se desgastar com candidatos desesperados e agressivos como Bolsonaro, Moro, Ciro e Doria. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email